A função de um Observatório da Federação Americana de Psicanálise de Orientação Lacaniana é constituir um ponto voltado para o espaço que poderíamos denominar “a época” em suas diversas manifestações. Entre elas, se encontra o consumo de tóxicos de maneira cada vez mais frequente e constante, instalando-se inclusive como uma maneira de fazer frente à vida mesma, um estilo que confere a milhares e milhares de sujeitos, uma identificação com a qual tentam desenhar um ser.

Aqui se insere o primeiro formato da ação lacaniana: responder em conjunto às modificações das legislações nas diferentes regiões da América, ao pronunciarmos no social a partir da FAPOL, recorrendo à interlocução que convenha a cada vez.